Porquê preferir viagens curtas de distâncias menores?

Quantas vezes você já fez viagens curtas a um destino distante para visitar um ponto turístico, apenas para descobrir que as multidões ali tornavam impossível apreciá-lo? É muito decepcionante quando planejamos uma viagem e não podemos tirar o melhor proveito dela, porque todos querem ir para o mesmo lugar ao mesmo tempo, pois nós, como turistas, sempre queremos as experiências mais estelares.

balanço nas missões

Mas isso não significa que devemos parar de viajar ou esperar menos dos destinos que visitamos. Ao contrário, as viagens estimulam o crescimento econômico e devem ser incentivadas. Porém, você já pensou em viajar para algum lugar mais perto? Na maioria das vezes, existem muitos locais incríveis “ao virar da esquina”, com muito menos visitantes. Muitas vezes pensamos em viajar longas distâncias porque lugares “exóticos” sempre parecem mais interessantes ou atraentes. Mas é tão simples quanto olhar para nossas cidades ou países vizinhos para ver que, às vezes, não precisamos viajar muito para estarmos rodeados de beleza.

Você já chegou a visitar recentemente aquela cachoeira ou pitoresca cidadezinha dentro de sua própria região ou foi descobrir ruínas antigas que fazem parte da história de seu país? Por exemplo, ao planejar uma viagem para a Alemanha, muitas pessoas pensam primeiro em Berlim porque é a capital e deve ter toda a emoção a oferecer. Claro que é uma cidade interessante, mas também muito provável que receba grandes multidões, visto que muitos visitantes vão lá o tempo todo.

Se você olhar para cidades menores no interior, por outro lado, ficará surpreso ao ver que elas também tem muito a oferecer no campo da cultura e da história (como muitas ruínas bem mantidas e obras-primas da arquitetura romana e medievais), mas que recebem menos turistas. Se gosta do ar livre e de estar em contacto próximo com a natureza, o interior é perfeito com inúmeras paisagens naturais de cortar a respiração e também de atividades exteriores como caminhadas e passeios de bicicleta para os seus visitantes.

Na língua alemã existe um termo denominado “Urlaub auf Balkonia”, que se traduz como “Férias na Varanda”. Esta frase é geralmente usada quando eles querem dizer que vão passar as férias em casa. Esta é uma ótima frase para memorizar porque é exatamente sobre o que este artigo se trata: pensar em ficar em casa, ou mais perto de casa,  digamos na sua própria região, durante as férias. As viagens de curta distância trazem muitas vantagens, tanto para a carteira quanto para o meio ambiente. Fazer uma viagem de duas horas de carro custará muito menos do que voar pelo mundo em um avião. Ele também usará menos combustível, o que significa que sua pegada de carbono é menor. Outro exemplo é o apoio a mercados locais, restaurantes e lojas em geral. Quanto mais pessoas compram e comem localmente, melhor para a infraestrutura da região.

Viagens curtas x longas

Raramente, os viajantes pensam no fato de que viagens curtas ou longas têm um impacto muito diferente no meio ambiente. Normalmente, quando estendemos nossas férias e passamos muito tempo em um destino, gastamos menos recursos por dia, pois não estamos tentando acumular muitas atividades em um dia. Quando nossas férias são curtas, geralmente queremos fazer muito mais atividades em menos tempo. As estadias de longa duração também têm outros benefícios para os hotéis: Limpar um quarto ocupado é mais fácil do que um quarto em check-out, por isso reduz algumas das despesas e tempo para o hotel. Além disso, reduz os custos do hotel quando se trata de trocar e lavar suas roupas de cama. Todos esses exemplos mostram que é importante escolher bem o seu destino e o tempo que você passa nas férias. Claro, todos os tipos de viagens podem ter diferentes vantagens e desvantagens para você e para os destinos, mas para as suas próximas férias, por que não considerar um lugar mais perto de casa e passar um tempo de qualidade lá em vez de mobilizar todos os seus recursos para voar para um destino muito distante por uma semana e, em seguida, estressar-se por ter que fazer tudo o que for humanamente possível em um curto espaço de tempo. Definitivamente, vale a pena considerar.

O mesmo vale para São Miguel das Missões e outras cidades de nossa região. Nas últimas semanas temos recebido muitos turistas da nossa própria região missioneira, o que nos alegra muito! Convidamos a todos para cada vez mais aproveitarem sua própria região.

imagem das ruinas de são miguel ao por do sol
Visite as Missões!

Postagens Recomendadas

Nenhum comentário ainda, adicione sua voz abaixo!


Adicione um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *